Ceará tem maior taxa de homicídios em 2020, mas redução de 38% em 2021

Ceará tem maior taxa de homicídios em 2020, mas redução de 38% em 2021

Taxa de assassinatos em 2020 no Ceará foi a maior do País, mas números apresentaram redução de 38% no primeiro semestre de 2021

 permite se ter uma visão geral da violência no ano de 2020 no Brasil e também no Ceará. Para ilustrar isso, O POVO preparou uma lista com nove pontos sobre a dinâmica da segurança pública no Estado apontados pelo Anuário. Apresentado na manhã dessa quinta-feira, 15, o Anuário se baseia em informações fornecidas pelos governos estaduais.

— Ceará teve a maior taxa de assassinatos no País em 2020

Mesmo destacando que as qualidades das informações prestadas pelos estados variam, o que dificulta a comparação, o Anuário mostrou que o Ceará teve, em 2020, a maior taxa proporcional de Mortes Violentas Intencionais (MVIs) do Brasil: 45,2 por 100 mil habitantes. Na segunda posição do ranking, vem a Bahia, com 44,9, seguido de Sergipe (42,6) e Amapá (41,7). A média brasileira foi de 23,6 assassinatos para cada 100 mil habitantes.  As MVIs incluem homicídios dolosos, latrocínios, lesões corporais seguidas de mortes e mortes decorrentes de intervenção policial.

— Ceará apresenta redução no número de homicídios em 2021


Apesar do aumento em 2020, o Anuário cita que o Ceará manifesta neste ano uma redução no número de assassinatos.   Apesar disso, o FBSP ressalta que "será preciso aguardar para se ter um panorama mais sólido no que diz respeito às tendências observadas".

— Ceará teve a maior taxa de assassinatos de criança do País


Com 20 assassinatos de crianças entre 0 e 11 anos, o Ceará também teve a maior taxa proporcional de homicídios nessa faixa etária em todo o Brasil. O número significa uma taxa de 27,2 assassinatos para cada 100 mil habitantes. O Estado é seguido por Rio Grande do Norte (20,9), Sergipe (20,6) e Pernambuco (20,3). Ainda foram mortos 715 adolescentes entre 12 e 19 anos no Estado no ano passado.

— Ceará teve o maior aumento no número de assassinatos de 2019 para 2020


O número de MVIs no Estado aumentou 75,1% de 2019 para 2020, saindo de 2.359 para 4.155 casos. Nenhum outro estado teve aumento tão grande, sendo o segundo maior crescimento o registrado no Maranhão, onde os assassinatos aumentaram 30,2%.

— Caucaia, o município mais violento do País em 2020


O município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, teve a maior taxa de assassinatos por grupo de 100 mil habitantes entre todos os municípios brasileiros com mais de 100 mil moradores. Com um número absoluto de 360 mortes violentas intencionais, o município teve uma taxa de 98,6 homicídios por 100 mil.

Em segundo lugar no ranking, veio o município pernambucano de Cabo de Santo Agostinho, com uma taxa de 90 homicídios por 100 mil. Maranguape (79) e Maracanaú (78,4) foram dois outros municípios do Estado entre os dez mais violentos do País.  , já havia colocado Caucaia como segundo município mais violento do Brasil. 

— Impacto do motim da PM e da expansão de facção no número de homicídios


O Anuário afirma ser consenso que o aumento no número de homicídios no Estado ocorreu por uma série de fatores desencadeados pelo motim da Polícia Militar, em fevereiro de 2020. A paralisação ocorrida entre 19 de fevereiro e 1º de março "desarranjou a cena local da criminalidade e as políticas públicas que estavam em curso e que faziam do estado um dos principais responsáveis pela redução da taxa nacional em 2018 e 2019". O motim, continua o Anuário, deu margem a uma  sobre territórios da Guardiões do Estado (GDE) e "a violência, que estava contida, voltou".

— Morte de adolescente trans em Camocim é destaque

A foto da  , foi destaque na capa do Anuário. A pesquisa mostrou que pelo menos 121 pessoas LGBTQI+ foram assassinadas no País em 2020. Entretanto, oito estados não informaram dados de assassinatos que vitimaram essa população — incluindo o Ceará. Foram registrados ainda 1.169 lesões corporais dolosas contra pessoas LGBTQI+

— Ceará tem nono menor gasto per capita com segurança


Ceará foi o nono estado do País com menor gasto per capita com segurança pública. Foram investidos, em 2020, R$ 331,51 por habitante, o que representa um aumento de 8% com relação a 2019, já com valores atualizados pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de dezembro de 2020. Em média, os estados da nação investem R$ 463,06 per capita em segurança

— Boa qualidade dos dados informados


O Ceará ficou na nona posição no ranking elaborado pelo anuário para aferir a qualidade das informações prestadas pelas secretarias de segurança. Com isso, o Estado foi colocado no Grupo 1, onde estão as unidades federativas com melhor qualidade nos dados repassados. Outros 13 estados estiveram nesse mesmo patamar. Apesar disso, o Ceará deixou de informar alguns dos dados solicitados pelo anuário, como o número de casos de violência doméstica — sendo o único estado que não enviou essa estatística

Baixe Nosso Aplicativo no Play Store https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.radiosapp5.mixcidade ou acesse nosso site www.mixcidade.net

Instale nosso aplicativo para acompanhar nossas transmissões, ver imagens AO VIVO através de nosso estúdio e também entrar em contato conosco, além de conferir nossa grade de programação completa.

FAÇA PARTE DA NOSSA LISTA VIP

Nós envie um oi com seu nome e a palavra "VIP" Para o nosso WhatsApp (88) 9.9451-1845 é Assim ficará por dentro das novidades em Primeiro Lugar.

Ao se Cadastrar enviaremos uma relação de publicações diárias para você escolher apenas o que realmente lhe interessar.

Fique Atualizado com a melhor Noticia e tudo na areá do entretenimento.

Nos Siga nas Redes Sociais

facebook - https://www.facebook.com/mixcidade.russas/

Instagram - @mixcidaderus

                      @negociosonlinerus






Categoria:Policial

Deixe seu Comentário